Beleza Produtos

RESENHA: Água Micelar Garnier

28 de outubro de 2019

Um irmão gêmeo do famoso Bioderna, mas com um preço bem mais acessível, a Água Micelar da marca Garnier promete retirar de forma completa a maquiagem, até mesmo a prova d’agua.

O que já é um diferencial do seu irmão gêmeo mais caro, o Biodema, por mais que ele seja maravilhoso, a verdade é, que não consegue tirar makes a prova d’agua com tanta facilidade assim.

Existem muitas águas micelares no mercado, já testei várias delas e a diferença que eu notei era o poder de limpeza da pele. O quão sujo o algodão saia mesmo após eu ter lavado o rosto com sabão.

Assim como as outras águas termais, ela tem vária versões que se adaptam a cada tipo de pele, que são:

  • PARA PELE OLEOSA
  • PARA PELE SENSÍVEL
  • PARA PELE NORMAL

Eu comprei a versão para ele sensível por causa da área ao redor dos meus olhos, porque quando uso qualquer outro demaquilante que é para pele normal, ele arde.

A embalagem é enorme, com 400ml, e eu paguei um preço absurdamente barato, 18 libras turcas, o que da 15/16 reais. O produto estava em promoção e já me arrependi por não ter feito um estoque, já que esse produto em todos os lugares tem um valor bem maior que esse.

Sobre o produto?

A aparência é igual qualquer outra água micelar, não tem cheiro, não é oleosa, é leve, remove a maquiagem super bem.

Você não precisa por muito produto no algodão para conseguir retirar a maquiagem, com uma quantidade razoável, em três passadas na pele, eu consegui retirar todo o produto.

Entre essa água micelar da Garnier e a famosa Bioderma, eu gostei mais dessa por achar que limpa com mais facilidade, além do custo benefício que é melhor, sabe?

Mas com nenhuma água micelar, o uso de um tônico é dispensado. A micelar não consegue tirar as impurezas e oleosidade que ficam empreguinadas nos poros.

É melhor do que a Bioderma? Ao meu ver, SIM! Pelo fator de qualidade, poder de limpeza e principalmente, custo benefício!


Onde comprar Água Micelar Garnier?

O único problema desse produto é a dificuldade de encontra-lo. No Brasil, poucos sites vendem o mesmo e os que vendem, colocam um preço bem mais elevado do que costuma custar de fato. O ideal é que você compre em viagem, de preferência em promoção, assim como eu e faça um estoque!

Quando eu encontrar em algum site brasileiro, eu coloco o link aqui no post pra vocês!

Beijos, Nina.

Publicações relacionadas

Sem comentários

Deixe um comentário